Nihon

10 questões sobre o Cérebro

1. O que causa a doença do vírus do Ebola?


A febre hemorrágica do Ebola a provoca um vírus da família Filoviridae, do qual foram identificados até agora cinco tipos. Quatro deles produzem a infecção em pessoas: vírus do Ebola-Zaire, o vírus do Ebola-Sudão, vírus do Ebola-Costa de Marfim, e o vírus do Ebola-Bundibugyo. O quinto puras, o Ebola-Reston, tem causado a doença grave em primatas, mas em humanos, de momento, apenas são conhecidos alguns casos de infecção sem sintomas.


2. Como se contrai o vírus do Ebola?


O vírus transmite-se através do contato direto com a carne de animais selvagens (macacos, chimpanzés, morcegos e antílopes que vêm da caça), de fluidos corporais (sangue, saliva, esperma, suor, urina ou vómitos) de uma pessoa doente ou através de material contaminado, como agulhas. Não se transmite pelo ar-ao contrário do vírus da gripe – ou pela água.


3. Quando aparecem os primeiros sintomas?


Depois de ser infectada pelo vírus do Ebola, a pessoa passa por um período de incubação que vai dos 2 aos 21 dias, e surgem os primeiros indícios. Até que os sintomas não se apresentam, as pessoas não transmitem a infecção. O risco de contágio é maior à medida que a doença evolui, sendo os pacientes em estado terminal que maior carga viral têm.


4. Quais são os sintomas da infecção pelo vírus do Ebola?


A infecção tem um início súbito com febre alta, calafrios, dor muscular generalizada, dor abdominal, diarreia, fadiga extrema, dor de cabeça e dor de garganta. Este conjunto de sintomas guarda muita semelhança com o início de muitas doenças virais.


Quando a infecção progride, o afetado sofre de vómitos, diarreia e disfunção hepática e renal; alguns também sangramento olhos, nariz e ouvidos, aparecimento de manchas sem causa aparente e hemorragia gastrointestinal, além de inchaço genital, erupção cutânea hemorrágica, paladar, com aparência vermelha e sensação de dor na pele. Por último, falha multiorgánico e choque.


5. Quem tem mais risco de contágio?


Em Portugal, só o pessoal de saúde a cargo dos pacientes afetados ou sob suspeita de ter infecção é a população de risco, ou seja, aqueles que estão ao cuidado direto da pessoa afetada. Os especialistas insistem em que Portugal não é um país afetado e que não tem hóspedes naturais do vírus, que é, em princípio, um tipo de morcego africano (morcegos frugívoros da família Pteropodidae).


6. Como se pode prevenir a infecção?


Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA recomendam algumas medidas de proteção para as pessoas que se encontrem perto de uma área afetada por um surto de Ebola ou para aqueles que tenham que viajar para uma delas: lavar as mãos com frequência, evitar o contato com qualquer fluido corporal de qualquer pessoa, mas, acima de tudo, dos afetados; não tocar o material que tenha conseguido entrar em contato com sangue ou outros fluidos de uma pessoa ou de um corpo infectado; não tocar o corpo de uma pessoa que tenha morrido por infecção; não recorrer aos hospitais onde estão as pessoas infectadas; e não manter relações sexuais com uma pessoa doente ou com quem faz menos de sete semanas que se tenha recuperado da doença. Além disso, insiste em não tocar em morcegos ou primatas, nem os seus fluidos corporais, nem vivos, nem mortos, nem consumir sua carne crua ou pouco cozida.


7. Como se diagnostica a doença do vírus do Ebola?


Diante de um possível caso, primeiro são descartadas outras doenças, como a malária, febre tifóide, meningite e hepatite, entre outras. A infecção pelo vírus do Ebola é confirmado com um exame de sangue, em que se realizam a prova de inmunoadsorción enzimática (ELISA), detecção de antígenos, de seroneutralización e o teste de reação em cadeia da polimerase com transcriptase reversa (RT-PCR) e isolamento do vírus através de cultivo celular. Outras determinações, como o hemograma, fornecem informações sobre o estado do paciente.


8. Tem, porventura, o tratamento da febre hemorrágica do Ebola?


Não. De momento, não tem vacina, nem tratamento específico. O tratamento visa controlar os sintomas que vão surgindo e manter o equilíbrio de fluidos e eletrólitos, a oxigenação e pressão arterial, além de colocar freio a qualquer infecção que possa aparecer. Os pacientes graves precisam de cuidados intensivos.


9. O que acontece com os animais domésticos infectados?


A Organização Mundial da Saúde (OMS), destaca em seu site que a limpeza e desinfecção com hipoclorito de sódio ou outros detergentes das fazendas de porcos e macacos é eficaz para inativar o vírus. Também aponta que diante de uma suspeita de surto, há que colocar em quarentena as instalações. Mesmo afirma que, para diminuir o risco de transmissão para o ser humano pode ser necessário sacrificar os animais infectados, seguindo um estreito controle da inumação ou incineração dos cadáveres.


Não obstante, não se detalha o que acontece com os animais domésticos, como os cães, questão que suscitou inúmeros comentários nas redes sociais. Por outro lado, há especialistas que afirmam que, se se desse o caso e seguindo todas as medidas de isolamento, contar com um exemplar apanhar vivo seria de grande valor científico.


10. O que acontece com os fármacos em estudo?


Apesar das notícias de que alguns medicamentos e as vacinas em estudo mostram resultados promissores, nenhum foi experimentado em pessoas nem estão aprovados pelas autoridades sanitárias, e tudo indica que não haverá nenhuma vacina disponível antes de 2015. Em Portugal, a Direcção-Geral de Saúde Pública, Qualidade e Inovação do Ministério da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade mantém o contato com instituições internacionais para o acesso aos medicamentos experimentais reconhecidos pela OMS.


Tags:


contágio, febre hemorrágica, ebola


Área relacionada


E além disso…

Veja mais sobre Problemas de saúde

RSS. Segue informado


RSS sobreÉbola


Chitosan ou quitosana

O chitosan, ou quitosanaé um produto derivado da quitina, um polímero natural extraído das cutículas crustáceos marinhos, como lagostas, caranguejos e camarões, e muitos outros organismos, incluindo insetos e fungos.


É um dos materiais biodegradáveis mais abundantes no mundo. Atualmente, é o segundo polímero natural mais comum depois da celulose.


De todas as aplicações, a mais conhecida é, sem dúvida, a de ser um bloqueador de gordura ou retém gordura, mas não há que esquecer que existem muitos outros usos no campo da medicina bioquímica, a cosmética, a nutrição, a agricultura, a horticultura e a elaboração de alguns vinhos e cervejas, etc.


Para que serve o Chitosan?


Chitosan para emagrecer


Emagrecimento com chitosan


Há muita desinformação a respeito desta questão. Será queserve para emagrecer? Funciona de verdade?. Aqui vamos tirar!, pois são tantas as barbaridades que se encontra por aí, seja para vender o chitosan como um produto milagroso, ou para desprestigiarlo contra a concorrência.


Realmente não é um composto de emagrecimento, não ajudar-nos a evitar esse erro. Mas, no entanto, serve para emagrecer. Ou seja, a quitosana não queima gordura que já temos, de forma direta. O que faz é absorver grande parte das gorduras que ingerimos no processo de disgestión bloqueando sua passagem para o nosso organismo, e posterior acumulação já sabemos onde.


E como o faz? pois muito simples. É um produto natural, muito rico em fibras, que em contato com a gordura, se transforma em uma substância gelatinosa que funciona a modo de uma esponja absorvendo muitas vezes seu peso em gordura. Ao entrar em contato com os ácidos do estômago, ataca as gorduras e inibe sua absorção no intestino.


Desta forma, o aporte calórico diminui consideravelmente, com o que habitualmente se perde peso, pouco a pouco, e de forma contínua. E é devido a que, com o dia-a-dia, essas dichosas gorduras de “reserva” que não queremos começam a gastar de forma progressiva. Se, além disso, combinamos isso com um pouco de exercício, o processo de perda de peso será ainda mais rápido.


Recentemente muitas farmacêuticas e laboratórios descobriram que se combina o chitosan com vitamina C, aumenta também a absorção de lipídios. Por isso é bastante comum que muitas marcas já incluem também esta vitamina em seus produtos.


Há que se dizer, que há que ser consciente do funcionamento do produto, para que seja eficaz, e ter em conta que:


Chitosano


1) É um bloqueande de gordura.O que faz com que diminua a ingestão calórica. Mas há outras coisas que também nos engordam, como os hidratos decarbono, álcool, etc. E o chitosan não atua sobre eles.


2) Bloqueia todas as gorduras. As boas e as más. Atua sobre todas as gorduras que ingerimos e, há que dizer que, nem todas as gorduras são prejudiciais para a saúde, por isso o uso durante longos períodos de tempo, não é recomendável. Já que deixaria de perceber essas gorduras que o nosso corpo se precisa. Como por exemplo, o Omega 3, que é um ácido graxo essencial presente no peixe e que o nosso metabolismo é incapaz de produzir por si mesmo.


Conclusão: Tomando-o adequadamente e tendo claro o seu funcionamento, é um perfeito aliado para nos ajudar a perder peso.


Propriedades e benefícios do chitosan


1.Melhora a nossa saúde


Melhora a assimilação do cálcio, o que é benéfico em tratamentos contra a anémia (perfeito para pessoas com osteoporose). Além disso, reduz a pressão arterial e favorece o sistema imunológico.


2.Perda e controle de peso


Como já comentamos anteriormente, graças à sua composição fibrosa bloqueia as gorduras absorbiendolas e ajudando a perder peso


3.Protege o estômago e regula o trânsito intestinal


Protege a mucosa gástrica e da flora intestinal, reduzindo a acidez, e dado o seu alto componente fibroso, ajuda em processos de prisão de ventre. Tem um efeito de saciedade no estômago. É também usado como revestimento de certos medicamentos para melhorar a sua dissolução e mascarar o gosto ruim em medicamentos consumidos por via oral.


4.Reduz o colesterol


Diminuição do colesterol elevado no sangue. Como as gorduras, existem vários tipos de colesteról que não são prejudiciais para a saúde. Chitosan reduz apenas o colesteról prejudicial.


5.Ajuda no tratamento de periodontite


É eficaz no tratamento de periodontite (inflamanción das gengivas).


6.É um poderoso antihemorrágico


É usado em curativos como coagulante para cortar ou reduzir hemorragias.


Quando e como tomar Chitosan?


chitosan


Se o que quer é manter a linha, e já seguem uma alimentação saudável, combinada com um pouco de exercício, o uso deve ser moderado. O ideal neste caso é tomá-lo só depois de fazer alguma refeição ou rica em gordura. Por exemplo, a típica comida de empresa, ceia de natal, churrasco com os amigos, etc.


Se, em vez, o que você quer é reduzir a gordura corporal, o uso deve ser contínuo. Para isso, o melhor é ler a bula e seguir as indicações do fabricante, tanto da dose, do tempo que deveria estar tomando. Já que irá variar de acordo com a quantidade de produto que contenha a cápsula.


É, neste caso, é muito importante que o consumo de Chitosan vá acompanhado de alguns hábitos nutricionais saudáveis e de acordo com o explicado anteriormente, assim o fiz, e me foi muito legal. Já invés! estou divina, hehe. Se, além disso, você faz algo de exercício, o melhor, já que vai acelerar o processo. Não faz falta que te apontamentos para o ginásio. Andar 30 minutos diários a um bom ritmo, ou um pouco de bicicleta estática, natação ou corrida, pode ser suficiente. Também não há que passar fome, nem privar-se de um capricho. Basta procurar um equilíbrio entre a quantidade de gordura ingerida e a eliminada.


Chitosan, efeitos colaterais e contra-indicações!


Contra-indicações do chitosan


É verdade, que, por ser um produto natural, as contra-indicações são mínimas. Mas as tem:


1) Pessoas alérgico ao marisco

É um produto totalmente desencorajado para pessoas com algum tipo de alergia ou intorelancia marisco, dado a origem da quitina.


2) Mulheres grávidas ou em período de amamentação

Não foram estudados os efeitos que podem causar no grupo de mulheres, então é melhor abster-se e evitar o consumo como medida de precaução.


Susana.

Descubra AQUI como tratar a disfunção erétil

Todos devemos saber como tratar a disfunção erétil , naturalmente, porque, sejamos honestos, todos, em algum momento de nossa vida, nos vemos obrigados a enfrentar a pior pesadelo para qualquer homem: a disfunção erétil.


Alguns tratamentos consiste em usar suplementos naturais como Max Control que nos corpos cavernosos dos pênis, ajudando aumentar a libido sexual masculina e dando mais potência em suas ereções.


 


como tratar a disfuncion.


E o pior é que, quando aparece, não avisa, não se chega uma mensagem ao telefone para dizer “Cuidado, hoje você vai ter disfunção erétil” né?


Mas que se apresenta no momento e no lugar menos esperado, e muitas vezes à frente do seu parceiro.


E, quando isso acontece, você tem que pesquisar como tratar a disfunção erétil urgentemente.


E, a verdade, a primeira opção que nos vem à mente é…o viagra? Então, você vai na farmácia, compra um viagra e pronto, passa um bom tempo. E até aqui, tudo parece perfeito, no entanto, o que ninguém lhe disse que você não viu publicado em lado nenhum, é que as pastilhas não se curam.


Embora se apresentem como um tratamento para a disfunção, na realidade, as pílulas como o viagra, sialis, e todas as outras são apenas uma solução temporária, que dura uma ou duas horas e já.


Por isso, se você tem disfunção erétil, o melhor que você pode fazer é tratá-la naturalmente e sem medicamentos.


Porque a disfunção erétil não é uma doença, como a gripe, que é inundada por um vírus.


Nem como o zika, que é transmitida por um mosco, a disfunção erétil é a consequência de seu estilo de vida, isso significa que, fazendo minúsculos mudanças em seu estilo de vida vão acabar com a disfunção imediatamente.


Até hoje eu não vi nenhum lado uma pílula para curar as causas da disfunção erétil, e acho que você também não né?


O único que o viagra oferece é um tesão e quer, mas quer saber o que acontece se você quer ter sexo no outro dia?


como tratar a disfuncion.


Sim, você precisa tomar um viagra para voltar a ter ereções.


Porque para tratar as causas de disfunção erétil, a única, ouve-me bem, a única maneira que existe é modificando o seu estilo de vida.


E veja o que acontece algo curioso, pois, muitos homens, quando leem isso pensam algo como: “buceta, isso de mudar o meu estilo de vida tem de ser muito difícil” ou “porra, isso tem de custar um olho da cara” ou “me leva, agora vou ter que comer ervas e coisas raras ou algo assim”


No entanto, você quer saber a verdade?


A verdade é que melhorar o seu estilo de vida é mais fácil do que você imagina, e, para que você tenha uma idéia do que falo abaixo vou compartilhar com vocês 5 segredos poderosos para começar a tratar essa disfunção erétil que está a arruinar a sua vida naturalmente hoje mesmo.


Preste atenção, porque todos estes segredos funcionam muito bem para começar a melhorar suas ereções imediatamente.


Dorme bem todos os dias. Quando você dorme bem, você tem o melhor sexo do mundo; por isso, esta é uma das formas mais fáceis para tratar a disfunção erétil sem comprimidos que tens conhecido?


E funciona muito bem, especialmente nos casos de disfunção erétil psicológica.


Olha, quando descansa, assim, completamente, com a luz apagada e sem nenhum ruído, seu cérebro entra em estado de relaxamento e um estado chamado de REM (rapid eye movement ou movimento ocular rápido e se, se chama como essa banda que ouvia nos anos 90, até que doía os ouvidos 🙂 )


E ao chegar a este estado para que o seu cérebro faz coisas muito interessantes, por exemplo, digitalizar e arquivar todas as suas memórias do dia, de fato, seus olhos se movem de um lado para o outro neste estado.


E, além disso, deixa de produzir algumas substâncias chamadas neurotransmissores, como o cortisol, que também é conhecida como a ” hormona do stress,’ Estes neurotransmissores são responsáveis pelo que se estresses e que o seu pênis pareça mais pequeno de cada vez que se estressado ou você está muito nervoso.


Por isso, a melhor recomendação é dormir 8 horas ou mais, todos os dias, bem, se você vive com alguém dorme cada vez que puder, depois do palenque obrigatório, já sabe.


Fique longe de alimentos para mulheres. Este é um segredo que aprendi no ginásio.


Olha, eu não sabia, mas o instrutor me disse que há comidas e bebidas que podem acabar, literalmente, com a sua testosterona.


Porque, estão carregados de algo chamado Fitoestrógenos, são como o estrogênio, mas é uma substância vegetal. E, de fato, têm as mesmas implicações no seu corpo, isso significa que se acostumar a comer esses alimentos todos os dias, a sua voz pode fazer mais grave.


Você pode perder massa muscular e até te podem aparecer seios, então, cuidado com essas refeições.


As refeições com fitoestrógenos são: as lentilhas, feijão ou feijão, a soja, o tofu e algumas bebidas, como leite de soja.


como tratar a disfuncion.


Com estes alimentos, vai ter sexo toda a noite. Assim como há refeições para as mulheres, há também refeições para os homens.


Estes alimentos ajudam a tratar a disfunção erétil, principalmente se você se sentir muito cansado ou com pouca vontade de fazer sexo porque melhoram os seus níveis de testosterona naturalmente e o melhor é que seus resultados duram para sempre.


Estes alimentos são: as ostras, os ostiones, nozes, abacate, espinafre, pipoca de milho, a pimenta ou o chile e alguns outros que você pode encontrar no guia Vencendo a Impotência.


Sem cigarro e sem álcool mais duras na cama. Olha, o charuto, mesmo que seja de cannabis, obstrui as artérias, e, por outro lado, o álcool impede que chega sangue suficiente para o seu pau, e sem sangue não há ereções.


Assim, para tratar a disfunção erétil sem tomar comprimidos todos os dias o melhor segredo é: fique longe dos vícios, tanto quanto você pode.


Há muitos truques baratos para escapar de tudo isso que danifica terrivelmente suas ereções. Por exemplo, você pode praticar exercícios de respiração para deixar o cigarro, ou você pode começar a beber vinho tinto.


O vinho tinto, ao contrário das bebidas de álcool, como a tequila, te ajuda a melhorar as ereções porque as uvas contêm nitratos, nitritos regeneram o óxido nítrico no corpo.


Esta é uma substância que melhora a sua circulação, e quando tu tens o melhor circulação também tem ereções fortes, poderosas e constantes.


Com estas bebidas você será o melhor amante. Olha, há bebidas como o café e as bebidas energéticas que contêm muito bicarbonato de sódio.


O bicarbonato de sódio faz com que os rins trabalhem mais rápido e isso acelera a sua pressão arterial.


E essas alterações na sua pressão causam que perca as ereções.


Por isso, você tem que prestar muita atenção com o que você é, porque, há muitas bebidas, como o chá verde e o chocolate e sucos como o de beterraba (betabel), o de maçã, melancia e blueberry, que te ajudam a ter ereções melhores ¡imediatamente!


Como tratar a disfunção erétil para curar-o imediatamente!


Já viste como é fácil tratar a disfunção erétil sem tomar medicamentos? Estes segredos que agora já sabe, são muito eficazes. Eu experimentei e posso te garantir que funcionam muito bem e gostaria de saber onde há muito mais informações de como está?


Na guia Vencendo a Impotência.


como tratar a disfuncion.


Veja, este é um guia desenvolvido por uma mulher que, além de ser muito bonita, também é treinadora pessoal, nutricionista e pesquisadora.


Que teve que desenvolver este tratamento natural, porque um dia viu que seu marido, Mario, tinha muitos problemas de ereção.


E quando se deu conta disso que estou dizendo, de que a disfunção é uma doença consequência do estilo de vida, ela se pôs a investigar.


E usando todas as suas habilidades como nutricionista e técnica encontrou o melhor tratamento para a disfunção erétil, natural, eficaz e que está curando milhares de homens em todo o mundo.


Eu sei muito bem, porque sou um dos que já provou e, de verdade, agora eu posso ter ereções mais fortes, maiores e que duram mais.


E quer saber o que é melhor? Desde Que eu levo a cabo posso fazer sexo todos os dias, como quando era adolescente!


Amigo:


Você também gostaria de saber o melhor tratamento natural contra a disfunção erétil?


Gostaria de descobrir como melhorar suas ereções?


Gostaria de saber todos os segredos naturais para ter sexo todos os dias?


Gostaria de ver do que se trata um tratamento natural e completo para enfrentar a disfunção erétil?


Gostaria de descobrir como acabar com a disfunção erétil imediatamente?

5 dietas experientes, eficazes e saudáveis


Não é possível decircuántas dietas que existem hoje, mas provavelmente centenaresde elas, prometendo emagrecer sem esforço, reduzir a inflamação,aumentar a glicemia (glicose no sangue), depurar o organismo,…


Todas têm o seu próprio objetivo, em que se baseiam, e a partirdel que indicam quais os alimentos que sim, que não, e em quanto tiempoadelgazarás x quilos.


Mas o certo é que notodas são seguras, e muitas delas são até mesmo nocivas para lasalud. Por isso mesmo, a sua eficácia é variável, e dão resultadosdudosos


Hoje, Nutrição, Sem Mais, apresenta uma lista decinco dietas eficazes cuidadosamente analisadas e confirmadaspor inúmeros estudos.


1. Dietabaja em hidratos


A dieta bajaen carboidratos, como o seu nome indica, é baseado em um consumo limitado dehidratos de carbono, ou seja, principalmente açúcares e almidonesrefinados.


É talvez uma das dietas mais estudadas eseus resultados estão mais do que comprovados no planocientífico.


Uma alimentação com um consumo limitado dehidratos faz perder totalmente o apetite e, comoconsecuencia, consomem menos calorias no total (1).


Em comparação com as dietas baixas em gordura, dieta de baixo enhidratos pode produzir uma perda de peso de até 8 kg em losprimeros meses (2).


Esta dieta não só tem unefecto positivo na hora de emagrecer, mas em outros aspectos da saúde (3,4):



  • Ajuda a regular a glicemia(glicose no sangue).

  • Baixa a presiónarterial e os triglicerídeos.

  • Provoca um aumento delcolesterol HDL (“bom”).

Além disso, uma das maiores vantagens desta dieta é não esnecesario em absoluto contar as calorias dos alimentos que seingieren e você pode comer à vontade, sem com isso engordar.


Consulta nuestroartículo,onde você poderá ler em profundidade sobre esta dieta, e onde propomos unmenú semanal completo para torná-lo ainda mais fácil.


2. A dieta mediterrânica


A dietamediterránea constitui, na verdade, todo um estilo de vida característico dos países banhados pelo Mediterrâneo, daí sudenominación.


Consiste basicamente em consumir muchafruta, legumes e alimentos de origem vegetal e comer moderadamentehidratos e carne.


Claro, tudo isso regadocon o azeite (melhor se for extra virgem), que é elingrediente, com letras maiúsculas, da dieta mediterrânea.


Favorece especialmente as pessoas com problemascardíacos e circulatórios.


O principalestudio sobre esta dieta, testando seus benefícios na saúde cardiovascular ymetabólica foi o PREDIMED e estes são alguns dos resultados mássignificativos:



  • Redução del30% em ataques cardíacos, derrames cerebrais e morte por enfermedadcardíaca (5).

  • Redução de 6,7% e 13,7%de síndrome metabólica nos voluntários que seguiram uma dietamediterránea com azeite de oliva extra-virgem e aqueles que a complementaroncon frutos secos, respectivamente (6).

  • Redução de 52% na prevalência de diabetes tipo 2 (7).

Sem nenhuma dúvida, trata-se de uma dieta mais saudável,equilibrada e, além disso, muito variada.


Você pode leermás sobre esta dieta em nuestroartículo de referência. Você também pode ler sobre lasbondades do azeite de oliva extra virgem.


3. A dieta paleo


Basicamente, a dieta paleoreplica a suposta alimentação de nossos avós de há milhares deaños, durante o período Paleolítico.


Baseia-Se no queconsumían: alimentos naturais, como frutas, vegetais, sementes, carne ypescado e evita a ingestão de produtos mais recentes: cereais,leguminosas, produtos lácteos e alimentos processados.


Entre susbeneficios encontramos:



  • Regulação de laglucemia (8).

  • Redução de 22% delcolesterol LDL (“mau”), de 35% dos triglicerídeos ydel 16% do colesterol total (9).

  • Redução de latensión arterial.

4. Dieta anti-inflamatória


Seu objetivo, ademásde a perda de peso, é prevenir e reduzir a dor.


Não é tanto uma dieta, mas unaforma de alimentação a longo prazo, baseada no consumo elevado devegetales, fibras e gorduras saudáveis, com a adição moderado deproteínas animais.


A dieta anti-inflamatória evita a ingestão de alimentos processados, açúcar ou de óleos vegetalesrefinados, todos eles relacionados com um aumento da inflamação(10, 11).


Você pode ler aqui sobrealimentos naturalesanti-inflamatórios.


5. Dieta singluten


A dieta sem glutennació como da alimentação mais adequada para os celíacos, que não toleram elgluten, seja como uma intolerância, uma hipersensibilidade ou unaalergia a ele.


O glúten é um tipo de proteínaque é encontrado em muitos cereais, como o trigo, o centeio ou lacebada, e pode causar reações auto-imunes em algunaspersonas.


Os sintomas mais comuns em personasintolerantes são digestivos e muitas vezes é difícil associá-los adesta proteína.


Uma dieta livre de glutenprohíbe o consumo de qualquer alimento que contienegluten.


Esta dieta pode ser benéfica enpersonas que, sem ser celíacos, apresentam algum tipo de sensibilidade algluten, como diarréia, dores de estômago, distensão abdominal e outros.

5 Remédios naturais para a disfunção erétil

Ter apetite sexual é sinônimo de saúde. Se o seu apetite sexual é forte e ágil, então, em termos gerais, é provável que você tenha uma boa condição hormonal.


Por isso listamos 5 remédios naturais onde a Maca X Power tem em sua composição nessa matéria.


Avaliar os níveis de libido é uma maneira fácil de calibrar a saúde e o funcionamento geral do corpo, segundo a revista Conscious Lifestyle.


O erotismo é algo que todos os seres humanos buscam em algum momento; é parte da poesia da vida, e é esse jogo inteligente que leva a alcançar graus inusitados de desejo.


Com uma vida citadina generalizada e estresse que envolve, pode ser que sua libido está muito esquecida. Se quiser aumentar ou equilibrar seus hormônios e, portanto, seu apetite sexual, vai querer fazê-lo de forma segura e natural.


Uma maneira de fornecer ao seu corpo matérias-primas baseadas em alimentos, para a fabricação de hormônios e aumentar o desempenho e o apetite sexual. Outra maneira é tomar ervas especiais que regulem e equilibrar o sistema endócrino.


Várias destas ervas para o apetite sexual são remédios e alimentos sagrados. Têm poderosas propriedades curativas que fazem com que a tríade mente-corpo-espírito tenha um maior equilíbrio e harmonia.


Portanto, devem ser tratadas com respeito, e você tem que saber que podem ter efeitos adicionais, além de aumentar a libido ou o apetite sexual.


Mucuna pruriens ou grão de veludo


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


Segundo a tradição tradicional chinesa, esta erva melhora o ying porque tem propriedades que estimulam o apetite sexual, o que significa que é nutritivo nos níveis mais fundamentais para o corpo. Acredita-Se que o ying vai se esgotando à medida que envelhecemos e através da atividade sexual, pelo que plantas como a Mucuna, que atuam para repô e melhoram o desempenho sexual, são apreciadas em muitas tradições de ervas.


Shilajit


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


Shilajit se traduz de forma vaga como “essência vital ou energia”, que é similar ao conceito chinês ou taoísta do ying. Esta substância tem sido usada há milhares de anos na Índia para restaurar o desempenho sexual, a função e a saúde em geral, das mulheres e dos homens, e é um alimento básico, se você quiser aumentar o seu apetite sexual.


Colostro


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


O colostro é a forma em que a natureza garante que os bezerros tenham a dose nutricional essencial de que necessitam para crescer e tornar-se adultos saudáveis. E para apoiar essa rápido ganho de massa corporal, o colostro também é carregado de hormônio de crescimento, que tem o resultado final de estimular seu apetite sexual. Recarregará significativamente o seu sistema hormonal e restaurar o vigor da juventude, a “febre” e outros sentimentos semelhantes.


Tongkat ali


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


O Tongkat ali, originário da Indonésia, é uma planta de floração fenomenalmente estranha, semelhante a uma árvore, e uma das substâncias estimulantes do hormônio mais potentes para o sexo. É uma das poucas substâncias naturais que está demonstrado cientificamente que realmente aumentam os níveis de testosterona, e o Tongkat ali o faz de maneira poderosa. Muitos homens o usam como uma erva natural de melhoria da sexualidade masculina, e há inúmeros relatos de que funciona fenomenalmente bem como um suplemento natural para a disfunção erétil.


Pólen de pinheiro


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


É a semente que quando se mistura com a terra, o ar, o sol e a água pode se tornar um enorme árvore de pinho de mais de 500 pés de altura. E tende a ter efeitos semelhantes no sistema hormonal e a libido. Ao igual que a Mucunaé uma poderosa e rara grama que melhora o ying (isto é, uma erva que restaura a essência sexual e vital), com efeitos afrodisíacos.


Ginseng


Ginseng-alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual


É uma das ervas mais comuns para fortalecer o apetite sexual. Existem três variedades: o siberiano (Eleutherococcus senticosus), que geralmente é usado como afrodisíaco e que alguns não consideram como verdadeiro ginseng; o coreano ou asiático (Panax ginseng), que é usado na medicina tradicional chinesa e que tem sido objeto de vários estudos, e o americano (Panax quinquefolius).


Maca X Power


alimentos-ervas-plantas-para-promover-o apetite sexual maca


A Maca X Power é um dos remédios mais antigos para o tratamento de desordens hormonais que produzem uma diminuição da libido na mulher. Contém quantidades importantes de magnésio e zinco, minerais essenciais para o equilíbrio da atividade dos hormônios sexuais.

10 dicas para uma consulta médica bem sucedida

Há várias razões por que vamos ao médico, e estas vão desde situações mais simples até questões complexas. É importante que se estabeleçam algumas regras do jogo para ter uma consulta bem-sucedida. Lembre-se que se trata de sua saúde, por isso é importante que participe ativamente da conversa , mas, sobretudo, na tomada de decisões. Na maioria das relações interpessoais, uma falta de comunicação gera mal-entendidos que podem chegar a ser muito graves e acredite em mim: você não quer um desses quando se trata do seu bem-estar ou de alguém próximo e querido.


1. Vem com o tempo ao seu encontro. Não é nenhum segredo que quase sempre que você vai ao médico, ele te faz esperar horas na ante-sala. Também é verdade que somos um povo muito impuntual e alguns pacientes chegam também atrasado para seus compromissos. Devemos começar a quebrar esse círculo vicioso. Se chegar com 15 minutos de antecedência, você estará enviando uma mensagem poderosa para o seu médico de que você se preocupa com a pontualidade. Também você está fazendo saber ao doutor que o seu tempo é tão valioso quanto o dele. Se por alguma razão se há de esperar horas na sala de espera, pergunta a seu assistente a razão; se se trata de alguma emergência, seja paciente e espera ou de plano irá reprogramar seu encontro. Quando você receber informe de uma maneira gentil e elegante, a importância da pontualidade em sua vida.


2. Começa sua consulta sabendo seu tempo disponível. É muito importante que saibas com quanto tempo conta para essa nomeação em específico. Não importa se se trata de uma consulta particular ou institucional (UNIMED, ISSSTE, etc) pergunta diretamente: “De quanto tempo disponho?”. Isto lhe permitirá fazer mentalmente a sua lista de prioridades para dar-lhe o tempo necessário para as coisas que têm maior relevância para ti.


3. Estabelece as bases para uma comunicação eficaz. Aclárale ao seu médico desde o início que VOCÊ NÃO É MÉDICO e que não é fácil entender a linguagem complexo (e único) da medicina. Peça-lhe que expresse com palavras simples que você pode entender.


4. Assiste SEMPRE acompanhada(o). Um par de orelhas extra não se cair nada mal. Assistir com alguém que escute o mesmo que você e com quem você possa saltar ideias saindo da consulta pode fazê-lo muito mais claros os conceitos. Este ponto é indispensável, sobretudo quando se trata de doenças um pouco mais sérias.


5. Leva uma caneta ou lápis e uma pequena caderneta. Tomar notas de tudo o que achar necessário e importante. Ao revisar seus apontamentos, você vai entender melhor o que foi exposto na citação. Também pode subscrever as dúvidas que vão surgindo no desenvolvimento da citação.


6. Responde de forma concreta, precisa e, na medida do possível, objetiva. Muitas vezes somos nós divergimos do ponto central em nossas conversas ao divagar sobre assuntos que não representam nenhum tipo de transcendência: “eu Comecei com esta dor em uma terça-feira…ou talvez era uma quarta-feira? Ao fazer isso, você perde um tempo precioso, e sobretudo, o interesse dos que te ouvem.


7. Entende-se as partes da consulta médica. Uma consulta médica é composto de 3 partes fundamentais:


a) O interrogatório.


b) A exploração física.


c) As conclusões. Esta é a parte mais importante para você, já que é onde o médico lhe diz o que você tem e as possíveis opções de tratamento.


8. Pergunta, pergunta, pergunta. O esgota no extremo este recurso! Muitas vezes, ele nos dá pena ou medo de perguntar, porque por um lado não queremos parecer ignorantes e por outro lado não queremos “deliciar” com o médico. Pergunta tudo o que pense que é importante até que o possa entender claramente.


9. Explore suas opções. Normalmente um médico lhe dará uma ou várias opções de tratamento para a sua doença.


No caso que se proponha uma configuração única pergunta diretamente se existe alguma outra alternativa. Se, pelo contrário, coloca-o sobre a mesa diversos caminhos questão das vantagens e desvantagens de cada uma. Isto lhe permitirá ter claras as suas idéias e escolher o melhor para você. NÃO TOME DECISÕES EM SUA PRIMEIRA CONSULTA!

10. Resume. Ao final de sua consulta, faça um breve resumo de tudo conversado. Um exemplo é: “eu entendo o que você médico me disse é que tenho …que se distingue por afetar uma parte de meu corpo, chamada… As opções de tratamento incluem …com vantagens e desvantagens do tipo de… e minhas expectativas de sair tarde desta doença são…” Pergunta qual é a melhor forma de entrar em contato com o seu médico em caso de dúvidas futuras.


Por último, já ter saído do consultório, em casa ou em um local tranquilo, revê mentalmente tudo o que aconteceu, leia suas anotações e discuti-lo com algumas pessoas da sua confiança. Se considerar necessário, solicitar um novo encontro para tirar dúvidas que tenham ficado ou surgido. Também te recomendo pedir uma segunda opinião com outro médico, sobretudo se se trata de uma doença séria ou se a opção de tratamento que lhe deram foi de uma cirurgia.

10 sinais de que pode ser algo mais do que estresse

Os problemas que enfrentamos diariamente podem tirar o pior de nós; ninguém é perfeito e todos, em maior ou menor medida, estamos à mercê dos acontecimentos de nossas vidas.

E nem sempre é fácil saber se a nossa instabilidade emocional deve ser algo mais do que ao stress do dia-a-dia.

Mulher jovem, com dor de cabeça, sentada na cama

Os problemas mentais estão na ordem do dia, tanto em Portugal como em outros países do ocidente. De acordo com a Estratégia Saúde Mental do Sistema Nacional de Saúde, estima-se que entre 25 e 3% da população portuguesa (cerca de um milhão de pessoas) tem um problema de saúde mental grave; e cerca de 9 milhões (15%) apresentam, em algum momento de sua vida um problema de saúde mental, como a ansiedade ou a depressão.

Este tipo de distúrbios tem, em geral, abalos em nossas relações, no trabalho e na saúde física. E, geralmente, são problemas difíceis de resolver: depressão, ansiedade, comportamento ou transtornos de personalidade, transtornos obsessivo-compulsivos, de alimentação, vícios…

E quanto antes o google encontrar os sintomas, o melhor, antes que a coisa vá para pior. Em seguida mostramos 10 sinais vitais que nos alertam para a necessidade de procurar ajuda externa, fornecidos pela National Alliance for Mental Illness (Reino Unido).

Artigo Relacionado

Poderia o stress estar freando seu regime de emagrecimento?

O estresse tem muitos efeitos estranhos e indesejáveis no organismo.

1. O sonho está fora de controle

A disfunção do sono é reveladora de que pode haver algum fator que a cause.

Problemas para conciliar o sono e dormir de novo, ou se dormimos significativamente mais do que o habitual, são sinais de que a saúde mental pode exigir alguma atenção. O sono é uma das funções básicas –e necessárias– do corpo. Tem lógica, portanto, pensar que é um indicador do estado de saúde físico e mental.

Mulher preocupada na cama

Ocasionalmente nos acontece a todos, não descansar adequadamente. Mas se você precisar de comprimidos (ou álcool!) para dormir, ou se você tiver problemas para se levantar pela manhã e a situação se prolonga por mais de uma semana, o corpo está nos dizendo algo.

2. Perda de interesse em coisas que admiramos

Não desfrutar das atividades favoritas de lazer pode ser sinal de estar caindo em um estado depressivo ou de ansiedade ganha terreno. O mesmo acontece se você começa a não se interessar a gente e nós tendemos a aislarnos.

3. Beber demais

Beber mais do que o habitual (ou… consumir “outras” substâncias) para evadir-se são também sinais-chave de que algo no nosso interior precisa de cuidados. O pior de tudo é confiar nessas estratégias, em vez de pegar o touro pelos chifres com o problema que pode estar causando todo.

4. Tudo nos irrita

Estar obsessivamente centrada em o mal de quem nos rodeia, emprendiéndola com os nossos parceiros, amigos, familiares ou colegas de trabalho, ou decidir que a gente é horrível… Tudo isso requer buscar uma explicação: há uma razão para que esteja acontecendo.

Copo de whisky com gelo

A irritabilidade, a agressividade ou mudanças de humor podem ter várias causas: ser a consequência de abuso de álcool (ou outras drogas), a falta de sono ou estar provocadas por quedas de açúcar no sangue. Mas se você tiver comido e dormido bem e não está embriagado (ou excessivamente “cafeinado”) e seu ambiente, continua provocando, podem ser sintomas de um transtorno de conduta ou de personalidade.

As reações desmedidas para problemas menores, junto às volições nas relações de amizade ou amorosas, por exemplo, são um selo distintivo de um transtorno de personalidade; e as mudanças profundas na formação de professores, níveis de energia e agressividade para com o próximo podem ser indicativas de um transtorno bipolar.

Publicidade

Artigo Relacionado

7 maneiras de ajudar alguém com ansiedade

Dizer “não se preocupe” NÃO é uma delas

5. Nos oprime o sentimento de culpa

Você ainda sente rancor por um comentário desagradável sobre você feito há meses? O Preocupado por ser a origem de qualquer tristeza ou frustração alheia? O Convencido de ser um fracassado? Pensar demais as coisas ou se preocupar constantemente com tudo o que há de errado com a sua vida… Os pensamentos desta natureza requerem encarar algo mais sério.

6. Baixo nível de energia

A sensação de esgotamento, fadiga ou a incapacidade de pensar ou agir como antes, estão associadas a problemas de comportamento, como depressão, transtorno de ansiedade generalizada tratamento e esgotamento emocional.

Homem irritado falando no celular em campo

7. Impossibilidade de se concentrar

Você Se esquecem as coisas, ultimamente? Você não é capaz de se concentrar em uma conversa ou em uma reunião de trabalho? Você encontrar-se deslocado? Tudo isso são indicadores de que a saúde mental não está em seu melhor momento.

8. Perda de apetite

Um sinal claro de depressão é a falta de apetite. Vai ligada à perda de capacidade de desfrutar prazeres como comer. Não é surpreendente ver as tiras deprimidas perder peso significativamente. Aqui o que ver alguém com roupas muito folgadas possa ser um sinal de problemas emocionais.

Muita agitação psicológica pode, pelo contrário, desencadear desordens alimentares, e cair em condutas compulsivas de todo o tipo: compulsão, purgas, excesso de exercício ou obsessão com o consumo. Os desvios extremas, fundamentalmente relacionadas com a comida, são sintomas, igualmente, de que algo não vai bem.

Artigo Relacionado

6 coisas que você deve saber se o seu parceiro tem uma depressão

Foi diagnosticada com depressão ao seu parceiro. E agora? Qual é o seu papel e o que deve fazer para viver com ela e a sua doença?

Publicidade

9. Não poder ficar sentado

Empreender todo o tipo de actividades, ocupar todos os minutos do seu tempo livre com qualquer tarefa, ansiedade por manter-se em constante atividade… Na verdade, nós podemos estar evitando fazer algo muito mais emocionalmente convincente.

10. Priorizar a pergunta ” o que e para que?

Perguntar se a vida vale mesmo a pena, não ter propósitos neste mundo ou sentir que as suas relações e interesses não significam nada… São sinais infalíveis de que algo está muito mal.

Na realidade, deve procurar ajuda antes de chegar a este ponto.

Mãos levantadas

O que fazer se acontecer de tudo isso

1. Não entre em pânico

Não se deve pensar nada parecido com “tudo está perdido”. O seu médico de família pode ajudá-lo neste terreno e, se não é considerado capaz ou entende que escapa à sua competência, lhe encaminhada a um profissional de saúde mental. De forma que a consulta ao seu médico de família deve ser o primeiro passo. E, se, efetivamente, se encontra ou se suspeitar de um problema mental, de novo, nada de pânico. Existem muitos tratamentos de ajuda, todos mais experientes e amparada por estudos muito sérios.

2. Confiar em ninguém nos próximos vai nos julgar

É muito importante para a saúde mental fortalecer os laços sociais. Quanto mais sólidos forem, mais preparados estaremos para superar as dificuldades. Além disso, acumularemos experiências positivas com outras pessoas e nos farão esforçar-se em dar a vida em todo o seu significado.

Há que considerar também a possibilidade de aderir a um grupo de ajuda. Não há nada de que se envergonhar, se buscamos ajuda para superar os problemas. E dado que os problemas mentais sérios não vão resolver da noite para o dia, quanto mais cedo lhes fazermos frente à procura de ajuda antes poderemos sair do túnel, e recuperar o controle de nossa própria vida. (A consulta com um profissional indicará qual o especialista é o mais adequado para cada caso.)

3. Evitar maus hábitos

Há que se assegurar de não ter hábitos prejudiciais, globalmente: fumar, muito açúcar, cafeína, álcool e outras substâncias, não dormir bem, não fazer um pouco de exercício, muita comida lixo e pouca fruta e legumes… Tudo isso é prejudicial para a sua forma física e, portanto, mental. Lembre-se: mens sana in corpore sano.

Dr. Salvador Pertusa Martínez, Médico de Família. Diretor Médico de NetDoctor. Atualizado: 13-09-2016

Os homens asmáticos apresentam maiores problemas de disfunção erétil do que os saudáveis, segundo um estudo

As mulheres asmáticas apresentam uma maior limitação sexual em relação às saudáveis e os homens asmáticos têm uma significativa maior disfunção erétil frente aos homens saudáveis, segundo um estudo publicado no Arquivos de Bronconeumología, a revista científica da
Sociedade Espanhola de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SEPAR), conclui-se que a quarta parte dos pacientes atribuem seus problemas sexuais ao fato de ter asma.


Trata-Se de um estudo observacional, transversal e multicêntrico que foi recrutado 272 pacientes e voluntários saudáveis, maiores de 18 anos de consultas externas de sete hospitais terciários e espanhóis, que foram escolhidos de forma consecutiva. Estes 276 participantes, 172 eram asmáticos (63 homens e 109 mulheres) e com uma idade média de 42 anos, enquanto que no grupo de controlo contava com 104 controles (53 homens e 31 mulheres) com uma média de idade de 39 anos. Quanto ao seu controle, a asma era controlada em 57,7% dos sujeitos, parcialmente controlada em 28,2 e não controlada em 14,1.


“A principal contribuição de nosso estudo é a constatação de que os pacientes com asma podem sofrer de uma disfunção na esfera sexual com mais frequência do que a população saudável, tanto em homens como em mulheres. Provavelmente, a falta de controle da doença é um dos fatores que mais contribuem para a existência desta disfunção”, informou o médico José Gregorio Soto, pneumologista e membro da Sociedade Espanhola de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SEPAR).


Em particular, neste estudo, um terço dos pacientes atribuíram seus problemas sexuais ao fato de ter asma e existe uma relação entre o tempo de evolução da doença e aspectos de gravidade, controle e deterioração da função pulmonar. Tanto os homens como as mulheres foram avaliados com diferentes escalas adequadas ao seu sexo sobre disfunção eréctil (International Index of Erectile Function Questionnaire ou IEF) e a função sexual feminina (Female Sexual Function Index (FSFI), respectivamente.


44% DOS ASMÁTICOS APRESENTOU DISFUNÇÃO ERÉTIL


A disfunção erétil (definida como a incapacidade persistente para obter e manter uma ereção adequada, que permita uma relação sexual satisfatória) estava presente em 44 por cento dos asmáticos estudados, em frente ao 25 por cento dos voluntários saudáveis do grupo controle e, além disso, era mais intensa nos homens asmáticos em função da gravidade da sua asma.


O estudo corrobora os achados de outro trabalho prévio realizado em Nova York, em que os homens asmáticos que vieram para os serviços de emergência disseram que a atividade sexual era a terceira que tinham mais limitada após as tarefas domésticas habituais e subir as escadas. Estas
limitações eram maiores quanto maior era a gravidade da asma e maior a idade, a partir dos 40 anos.


Em mulheres asmáticas as dimensões mais afetadas foram o desejo e a satisfação global. De fato, um outro estudo citado na discussão deste trabalho verificou-se que as mulheres asmáticas podem ter afetado todos os itens que avalia a escala FSFI, como a excitação, desejo, orgasmo, lubrificação e satisfação. Além disso, relacionou-se com problemas emocionais anteriores, tais como o diagnóstico de depressão e ansiedade.


ASMA E COMORBIDADES


Além disso, o estudo analisou a associação entre asma e outras comorbidades em pessoas asmáticas em relação aos voluntários saudáveis. De acordo com esta análise, o 80,8 por cento dos pacientes tinham rinite alérgica; 20,3, refluxo gastroesofágico; o 16,8, ansiedade; o 14,6, polipose nasal; o 11,1, depressão; o 11, hipertensão arterial; 4,7, fibromialgia; e 2,9, fibromialgia.


Além disso, os asmáticos apresentavam um índice de massa corporal (IMC)
significativamente maior para o grupo controle, embora a porcentagem de fumantes ativos foi semelhante em ambos os grupos e os escores de ansiedade e depressão medidas com a escala GADS refletiram uma pontuação maior nos pacientes asmáticos.


Entre as mulheres, a existência de comorbidades como hipertensão ou diabetes tiveram pouca influência no comprometimento da função sexual. O sexercise induced asthma que não se verificou neste estudo, já que nenhum dos pacientes havia sido diagnosticado com asma de esforço previamente.


Tramentos Alertanivos para Impotencia Sexual com Xsizegrow:


O estresse do dia a dia tem diminuído a libido de muitas pessoas, uma vez que os desejos estão diretamente ligados a nossas emoções. O mal funcionamento do organismo acaba comprometendo os momentos de prazer e intimidade, principalmente se, aliado ao estresse, estiverem o cansaço, a má alimentação, o fumo e a falta de exercícios físicos.


O Xsizegrow é um produto 100% natural desenvolvido para preencher o propósito de devolver às pessoas a disposição física, a imunidade e a libido. O suplemento é composto por vitaminas, minerais e mais de 20 itens que, quando combinados de maneira correta, promove os melhores resultados.

5 atrizes, 5 maquiagens que têm sucesso no Festival de Cinema de Málaga

Tomamos como referência o Festival de Cinema de Málaga para contar-lhe da mão de especialistas em maquiagem da Chanel, os 4 looks que vêm e colar forte nesta temporada da mão-de-quatro atrizes. Não vai perder! Os fazer cópias de todos, para estreiar a nova temporada.


Looks luminosos com peles empolvadas, ou peles acariaciadas pelo sol ou olhares mais dramáticos e espetaculares para brilhar sobre o tapete vermelho ou uma noite especial para esta temporada. Nos inspiramos em quatro atrizes: Miriam Giovanelli, Manuela Município, Maria Pedraza e Macarena García para inspirar na hora de criar a maquiagem mais inspiradores da temporada da mão dos make up artists, Ivan Gomez e David Belo para Chanel..

Desenho e produtos para obter o look Spring Glow

Miriam Giovanelli: pele de primavera


Sua pele é feita com uns toques suaves da base Les Beges Teint Touche 20 e iluminada, com um ligeiro véu de Hydra Beauty Essence Mist.


Quanto ao olhar adquire dimensões gráficas com um traço extra-fino de delineador em creme com Caligraphie deslizando o pincel bíselado em tom de 23 a partir do centro da pálpebra para o exterior, mantendo uma linha reta.


Um toque de blush nas bochechas e nos lábios acrescentam brilho e frescor ao emblemático eyeliner preto, rejuveneciéndolo. Nos lábios Crayon de couleur Rose Clair acompanhado na mesma harmonia cromática do novo Stick Belle Mine Naturelle Rossy.

Look dramático Roxo

Manuela Município: roxo dramático


O look de Manuela Município concentra-se na maquiagem de olhos dramático e profundo. Como se consegue? Com umas sombras smoky de grande dimensão para ampliar e rasgar a olhar em tons de roxo, granadas e avermelhados com a paleta Tissé Cambón para potencializar a cor (verde) de seus olhos e contribuir drama ao look. Depois, foram utilizados os tons mais claros para o canto interior do olho e os mais intensos na região externa do olho espalhar até obter um gradiente de cor perfeito. Um toque de máscara de cílios Inimitável Noir para intensificar o tom das sombras.


E lábios de veludo na cor vinho intenso com a Rouge Allure Velvet, de acabamento fosco e blush Joues Contraste Hyperfresh.

Look cisne azul

Maria Pedraza: Cisne azul


Para obter uma pele livre de imperfeições e brilhos, utilizamos Perfection Lumiere Velvet 20 sobre todo o rosto. O pigmento esférico do corretivo iluminador Éclat Lumière nos ajudará a melhorar a luminosidade da área do contorno dos olhos e disfarçar os sinais do cansaço. Os tons añiles da paleta de sombras Jazz Tissé serão os encarregados de enquadrar e potenciar a olhar através de um eyeliner efeito esfumaçado de grande dimensão. Nós usamos o tom mais escuro para criar a profundidade, os intermediários para suavizar e o mais claro para iluminar. Os cílios se vestem de preto intenso com dupla camada de Le Volume Noir. E os lábios com o novo Rouge Coco Gloss 744 e Joues Contraste Rose, Porém, ambos em tons de cor-de-rosa adoçam e atualizam o look final.

Look pele de seda

Macarena García: Pele de seda


Para manter a pele natural, com esta cor de verão e acompanhar a luz do Festival, foi redefinindo a pele com Les Beges Touche de Teint Belle Mine 40 que alisa a pele e a deixa com uma bonita cor natural. Matizamos com os pós Les Beges e jogamos para criar volumes da pele com Éclat Lumière e os pós de sol les Beges Poudre Belle Mine Ensoleilée em um tom médio. O truque consiste em mover o pincel a partir da bochecha até as têmporas para conseguir um bonito efeito bronzeado. Nos olhos jogamos com a nova paleta da família Les Beges, Regard Belle Mine Naturelle, aplicada com pincel para cima e para baixo em ambas as pálpebras. Em seguida, um toque de máscara Inimitável nos cílios. E na boca da barra Golden Sun para obter um resultado mais volumoso e frutado e para finalizar colocamos um toque de blush nas bochechas e para realçar o oval.

Look minimalista

Alba Galocha: Look minimalista


Com o rosto limpo aplicamos Hydra Beauty Serum sobre a zona T e masajeamos com movimentos circulares ascendentes, com uma ligeira pressão para ativar a circulação e melhorar o aspecto da pele. Depois, refrescamos e hidratamos o contorno dos olhos com Hydra Beauty Micro Gel Eyecom movimentos circulares. Para unificar, iluminar e trazer conforto ao rosto, conclui o tratamento com HydraBeauty Flash agindo como um aperfeiçoador de pele instantâneo. Um bate Touche de Teint Belle Mine dão cor natural apenas nas áreas que necessitam.


O blush em Stick Belle Mine Natural e a sua textura cremosa e fundente é perfeito para obter um toque de cor natural aplicado. O truque especialista? Também Aplicar alguns toquecitos de cor sobre os lábios com o mesmo produto.


Uma vez encaracolado as pestanas, as vestimos com Inimitável Noir e maquillamos as sobrancelhas com o Crayon Sourcil n40 para aumentar o olhar.

Andrea Rígido: Look Pin Up

Andrea Rígido: Look Pin Up


Para conseguir um efeito de pele afinada e sem imperfeições, aplicar com a ponta dos dedos três pequenas quantidades de produto sobre a testa, nariz e queixo e negociamos para os contornos do pó com o pincel de maquiagem.


Para conseguir umas sobrancelhas grossas e definidas, utilizamos a cor mais escura de Lhe Palette Sourcils preenchendo ligeiramente a forma natural.


O eye liner extra fino conseguimos com Caligraphie. O truque é pigmentar o nascimento de cílios e deslize suavemente para o exterior.


Os lábios dividem o protagonismo com o olhar com uma cor vibrante e enérgico, aplicando o batom Rouge Allure Pirata. Vamos delinear previamente o contorno dos mesmos com o crayon de Levres Bois de Rose. Para um acabamento profissional, usamos o pincel integrado no aparador para ir pigmentando pouco a pouco os lábios e conseguir uma maior duração.


 

5 Causas de impotência masculina e que é impotência

Causas da impotência masculina, há muitas e você tem que estar atento para que esta vergonhosa doença não se surpreenda e te arrebate algo mais do que o prazer de desfrutar do sexo.


causas da impotência masculina


Porque, se no momento você está tendo problemas de ereção é importante que você saiba que a impotência não é apenas um problema de auto-estima.


Pode ser o início de um problema que pode colocar em risco a sua vida e para tratá-la primeiro você deve saber quais são as causas da impotência masculina mais comuns…e mortais.


Como você já sabe, a impotência sexual é uma doença, cujo principal sintoma é ter problemas de ereção.


Seja porque você tem ereções mas eyaculas em poucos segundos, ou porque você tem ereções que se vêem e se sentem muito fracas e não te servem mais para penetrar a sua parceira ou porque, de plano, não pode ter uma ereção.


Em qualquer caso, se estiver a procurar um especialista o mais certo é que se recomende o viagra, ou qualquer outra pílula parecida.


E é porque, na maioria das vezes, o viagra funciona muito bem, mas você tem que saber que, apesar de parecer uma maravilha.


Na verdade, seus resultados são de muito curto prazo e a longo prazo, podem provocar problemas de pressão arterial, e coisas piores.


Eu tenho certeza de que é por isso que você precisa saber as causas da impotência masculina, para não escolher a solução mais simples, que todo mundo recomenda…mas que no final seja pior que a própria doença.


causas da impotência masculina


E como eu quero ajudá-lo a resolver o seu problema, naturalmente, e para sempre, o dia de hoje vou falar um pouco mais da impotência: causas desta doença tão difícil e de como solucionar problemas de ereção muito rápido.


E eu faço isso porque eu já estive em seus sapatos.


Como se vê eu me vi alguma vez, triste, desiludido e desesperado, porque eu me sentia um homem ao meio, sem poder cumplirle a minha mulher e com um medo irracional de que ela me deixou por outro, por alguém que se pudesse fazê-la feliz na cama.


Felizmente conheci o livro Vencendo a impotência quando você mais precisava, e não só descobri o que é impotência; além disso me curou em apenas 4 semanas e, se a mim me curou imagine o que você vai fazer por ti.


E isso é o que vamos falar mais tarde, por agora, só vou dizer-lhe toda a informação que você pode ver aqui, descobri que este poderoso livro.


O único tratamento natural que se lhe ajuda a acabar com a impotência e a voltar a fazer feliz a sua mulher, o sexo, o dia todo, todos os dias, como deve ser.


Antes de continuar, você e eu temos que esclarecer algo: as causas da impotência masculina são divididos basicamente em dois tipos; as psicológicas e físicas.


Impotência – causas físicas


⇒ Esgotamento. Se o seu problema é a impotência temporária ou aquela que ocorre de vez em quando pode ser um simples caso de esgotamento.


⇒ Problemas de pressão arterial. Esta é uma das causas da impotência masculina mais comuns porque o que mais você precisa para manter uma boa ereção é uma boa circulação.


Olha, vou tentar explicar de uma forma muito simples; para ter uma boa ereção tu precisas que o pau receber sangue suficiente rapidamente e que, além disso, possa retê-las durante o tempo que dura a ereção.


E, se o sangue circula muito lento por que o colesterol alto, porque você está fumando muito e até mesmo por levar uma vida sedentária, o pênis não vai poder manter as erecções.


É mais, você provavelmente nem vai poder ter uma ereção.


⇒ Falta de testosterona. Olha, existem algumas doenças hormonais que diminuem a sua produção de testosterona.


Além disso, a testosterona também diminui com a idade e até mesmo por comer certos alimentos que, além disso, fazem com que o corpo gere estrogênio.


Essa horrível hormônio feminino; a mesma que faz com que a sua mulher tenha umas curvas deliciosas e amasables mas que a ti te faz chorar como um bebê de frente para as músicas de Miley Cyrus, admita isso…


Sim, não o negues. Então, para ter uma boa ereção precisa começar a produzir mais testosterona, por certo.


Gostaria de conhecer o livro Vencendo a impotência PDF que tem o melhor tratamento para acabar com a impotência sem se importar com as causas?


Causas da impotência masculina: psicológicas


Também há outras causas de impotência, estas têm que ver com o plano psicológico, ou seja, com o que se passa na sua cabeça e você quer saber a verdade?


80% dos casos de impotência têm sua origem em um problema psicológico e, além disso, são os mais fáceis de resolver.


Vale a pena esclarecer que estas também são conhecidas como causas da impotência masculina, em tenra idade, precisamente porque atacam os jovens.


Impotência causas psicológicas ⇒ Medo, preocupação e estresse. Esta tríade é o pior inimigo psicológico de suas ereções.o que é impotência


Deve-Se, principalmente, aos químicos que seu corpo produz quando você estiver sob muita tensão. Falo do caso concreto da adrenalina, olha, o estresse é uma forma de reação instintiva dos seres humanos frente a qualquer perigo.


Se o seu corpo se sente ameaçado em seu ambiente de trabalho, familiar ou até mesmo de casal instintivamente vai enrijecer os músculos, aumentar a pressão arterial e a liberar adrenalina.


E o problema é que essa adrenalina vai encolher o tecido do pénis e, além disso, com a pressão arterial elevada não vai chegar sangue suficiente para o seu membro.


Por isso, quando você está estressado, preocupado e até mesmo sentir medo de decepcionar o seu parceiro não vai poder conseguir uma ereção.


⇒ Sobre excitação. Outra das causas da impotência masculina em idade precoce é a falta de experiência e de sobre excitação.


E é que isso é um clássico, principalmente quando estamos começando nossa vida sexual, entre a luxúria e o desassossego.


Porque todo o dia somos bombardeados com uma única coisa:-X-Ou a partir das revistas, a TV e do FB ao Instagram, o único que vemos é: sexo.


E isso nos leva a ter uma visão distorcida da realidade e ter uma sobre excitação de todo o dia.


Porque todo o dia, só pensamos nos seios, nas nádegas e nas pernas e, obviamente, sobre essa excitação vai nos levar a ter falsas expectativas.


E por fim, quando estamos com uma mulher de verdade; quando a temos frente a frente, quando testamos os seus beijos de morango, quando sentimos a sua pele nua e ansiosa, sob nossas mãos, temos ereções precoces Que duram poucos segundos; podemos mesmo chegar a ejacular antes mesmo de penetrarla.


Felizmente, uma vez que experimentar o sexo, e que se deve tornar um hábito para ele você vai se transformar em algo natural e eu garanto que você vai poder controlar como quiser.


E se você quiser saber muito mais sobre as causas da impotência masculina e como curá-las, vou recomendá-los guia Vencendo a Impotência.


Veja, este livro vai te mostrar; não apenas o que é impotência, mas também te vai dar a cura definitiva para o seu problema.


E o melhor é que se o seu problema é psicológico vai poder corrigi-lo em menos de 1 semana.


Gostaria de verificar isso? Então te convido a entrar neste link para descobrir o melhor tratamento para curar as causas da impotência masculina, hoje e para sempre. Esta é a sua melhor escolha, você está pronto? Então APERTE O BOTÃO VERMELHO e faça o download imediatamente.

:

‘Lynparza’ (AstraZeneca e MSD) atrasa a progressão do câncer de próstata metastático resistente à castração

AstraZeneca e a Merck (conhecida como MSD fora dos Estados Unidos e Canadá) apresentaram dados que mostram um aumento na mediana de sobrevida livre de progressão radiológica (SLPr), graças ao uso de olaparib, registado com o nome de ‘Lynparza’, em combinação com abiraterona, em comparação com abiraterona em monoterapia, o tratamento padrão para o câncer de próstata metastático resistente à castração (CPMRC).


“Esta é a primeira vez que temos verificado uma melhoria com o uso de um inibidor de flash de, em combinação com abiraterona em pacientes com câncer de próstata metastático resistente à castração. Esse efeito pode ser independente do estado mutacional da via de reparação HRR. Os dados sugerem que esta combinação terapêutica pode ser um promissor nova abordagem de tratamento para esta doença agressiva”, diz o professor de Urologia Oncológica de Christie NHS Foundation Trust, em Manchester (Reino Unido), Noel Clarke.


Os resultados do ‘Estudo 08’, ensaio clínico aleatório duplo-cego e multicêntrico de fase II, em que se compara o uso de olaparib em combinação com abiraterona frente a abiraterona em monoterapia em pacientes com CPMRC previamente tratados, independentemente do seu perfil de mutações na via de reparação HRR, foram apresentadas na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO, na sigla em inglês), que se realizou recentemente em Chicago (Estados Unidos) e foram publicados na revista ‘Lancet Oncology’.


“Um ensaio prévio demonstrou melhoria nas taxas de resposta com olaparib em monoterapia em pacientes com câncer de próstata resistente à castração metastático que apresentavam mutações na via de reparação HRR. No estudo 08, os dados da combinação sugerem que, com independência do estado mutacional da via HRR, os homens com câncer de próstata metastático resistente à castração poderiam se beneficiar da combinação de olaparib e abiraterona”, destaca o vice-presidente executivo de desenvolvimento global de Medicamentos e diretor médico da AstraZeneca, Sejam Bohen.


Além disso, o primeiro vice-presidente e diretor de Desenvolvimento Clínico Global e diretor médico a merck Research Laboratories, Roy Baynes, recordou que existe uma necessidade clínica não-tampa em pacientes com câncer de próstata metastático resistente à castração, porque constituem um grupo de alto risco com limitadas opções terapêuticas. “Olaparib é o primeiro inibidor da flash de que apresentou dados em combinação com o tratamento padrão para câncer de próstata. Estes dados provenientes do ‘Estudo 08’ representam um passo a mais no desenvolvimento clínico de olaparib”, argumenta.


A média da SLPr foi de 13,8 meses com olaparib e abiraterona em comparação com os 8,2 meses observados no braço de abiraterona em monoterapia. O valor da média SLP foi de 23,3 meses contra 18,5 meses e mediana da SG foi de 27 meses para a combinação de frente para 20,9 meses para abiraterona.


Em Portugal, olaparib é reembolsado, como monoterapia para o tratamento de manutenção de pacientes adultos com câncer de ovário epitelial soroso de alto grau, trompa de Falópio, ou peritoneal primário, com mutação BRCA (germinal e/ou somática), sensível à platina, na reincidência, que estão em resposta (resposta completa ou parcial) à quimioterapia baseada em platino1.

1 em cada 5 homens acima de 18 anos sofre de disfunção erétil

42,6 por cento dos homens espanhóis vão às consultas de Atenção Primária por disfunção erétil de diferentes graus, fundamentada em 60% por doenças orgânicas e não psicológicas, além disso, em Portugal, 1 em cada 5 homens maiores de idade sofre de disfunção erétil, segundo um estudo da Associação para a Pesquisa em Disfunções Sexuais em Atenção Primária (AISD-AP) e o trabalho multidisciplinar Epidemiologia da Disfunção Erétil Masculina (EDEM).

Se você sofre de disfunção erétil, você pode testar suplementos naturais como o Max Power que é um tratamento a base da maca peruana que combate a disfunção erétil,

“É importante que coloquemos esses assuntos de saúde sobre a mesa em dias como hoje, em que comemoramos o Dia Europeu da Saúde Sexual. Nossa intenção é incentivar todas as pessoas que sofrem de algum problema de disfunção erétil, para consultar com seu médico e procurar uma solução”, disse o chefe do Serviço de Urologia do Hospital Universitário Sanitas da Zarzuela e secretário-geral da Associação Portuguesa de Andrología, Ignacio Moncada.

Para solucionar este tipo de patologias, existem três opções com evidência científica comprovada, que são o tratamento farmacológico, as injeções intracavenosas e a opção cirúrgica com a prótese de pênis. Cerca de 15 por cento de homens com disfunção eréctil não respondem aos tratamentos farmacológicos ou as injeções intracavernosas e exigem implante de prótese de pênis.

O especialista advertiu que “ainda continua a ser uma minoria os que recebem uma prótese, em parte por falta de informação e, em parte, pelo medo de perguntar”. Além disso, a realização desta técnica requer um alto grau de preparação por parte do urologista, que deve contar com a habilidade e a experiência necessária para garantir um ótimo resultado clínico.

O implante de uma prótese consiste na colocação, dentro do pênis, de um dispositivo que produz um aumento do tamanho e da rigidez ao pênis de cada vez que o paciente quer. O implante é perfeitamente disimulable e invisível e requer uma intervenção cirúrgica sob anestesia.

“Apesar de ser mais invasivo, a eficácia deste procedimento é altíssima e a satisfação dos pacientes e de seus pares é maior do que a obtida com tratamentos farmacológicos”, acrescentou o doutor Moncada.

Segundo o especialista, a maioria dos pacientes retornam rápido à atividade sexual, com uma alta freqüência de uso de suas próteses, conseguindo assim que o paciente fica menos sobrecarregado, mais confiante e, portanto, psicologicamente mais tranquilo.

“Não devemos esquecer que os fatores psicológicos são muito significativos, o fato de obter uma ereção natural é muito importante. Mais de 85 por cento dos pacientes que tentaram estão muito satisfeitos e afirmam que voltariam a ser operado de novo, já que fornece uma solução definitiva para os problemas de ereção”, concluiu.

1 em cada 3 espanhóis sofreram lesões musculares, ligamentosas ou ósseas

32 por cento dos espanhóis, entre os 35 e 65 anos, foram vítimas de pelo menos uma lesão músculo-esquelética no último ano, segundo um estudo sobre saúde articular elaborado por Vanir, em parceria com a Fundação Internacional da Osteoartrite (OAFI).


Por sexo, as mulheres (32,4%) são quase um ponto acima dos homens (31,5%). Além disso, dos 35 aos 50 anos, a freqüência de lesões é maior (34%) do que os 51 e os 65 anos (30%). Em relação ao tipo de lesões, a maior parte delas são de origem muscular (66%), seguidas das de ligamentos e tendões (39%), e ósseas (11%).


O documento avalia também a incidência de lesões músculo-esqueléticas com hábitos desportivos. Assim, 69 por cento da população foi realizado esporte no último ano e, destes, 65% o faz pelo menos uma vez por semana, enquanto que 20 por cento de todos os dias e, o restante, de forma mais esporádica. Por sua parte, 71 por cento aquece antes e depois do exercício e a outra metade leva material adaptado quando realiza esporte.


Na área de saúde, os traumatismos e lesões das articulações são o principal motivo (59%) que os inquiridos acreditam que sofre de problemas de saúde articular na idade adulta, enquanto que 43 por cento atribui à genética e 32 por cento dos hábitos alimentares.


Quando se suspeita da existência de uma lesão, 46 por cento da população recorre ao traumatólogo, enquanto 45 por cento se realiza uma checagem geral. Além disso, 42 por cento recorre a um profissional com um mínimo de aborrecimento, mas ainda não há um consenso coletivo em relação à prevenção, já que somente 42% tem consulta com um especialista, se esse desporto que se adapta às suas necessidades e não representa nenhum risco para a saúde.


“O bem-estar físico e a prevenção de lesões é alcançado graças a uma soma de condições: atividade física regular, um aquecimento correto, uma dieta saudável e equilibrada, e a adição de alguma ajuda, como um protetor articular ou um suplemento alimentar quando nos encontramos em uma situação de défice e não conseguimos o desempenho que queremos. É, em muitas situações de fadiga ou estresse físico, quando ocorrem lesões musculares e articulares, e graças a este estudo, foi possível detectar que apenas 17 por cento da população usa algum suplemento para as articulações”, disse a CEO do Vanir, Elsa Genové.

1 em cada 10 adultos com dor lombar

A dor lombar afeta uma em cada dez pessoas em idade adulta, em algum momento de sua vida, e costuma apresentar-se em episódios repetitivos, afirmou o chefe da Unidade da Dor de HM Hospitais, Juan Pérez-Cajaraville.


“Sua elevada prevalência, o impacto que provoca na qualidade de vida do paciente e seu custo econômico o tornam um problema de saúde pública, já que a dor pode chegar a cronificarse, supondo-se um grave problema para a vida cotidiana de quem o sofre”, sublinhou o especialista.


Nestes casos, e também para pacientes complexos, como os pluripatológicos ou os que se encontram em cuidados paliativos, recomenda-se o manejo em Unidades de Dor, já que “a abordagem da dor lombar é complexo, já que tanto na previsão como na resposta ao tratamento intervêm fatores físicos, psicológicos, sociais e trabalhistas difíceis de avaliar”, disse o doutor.


Por sua parte, o diagnóstico é difícil, uma vez que existem várias causas que podem desencadear a doença, além de que existem condicionantes como a rapidez de atuação e a escolha do tratamento.


A Unidade da Dor de HM Hospitais lida com esta patologia a partir de um modelo biopsicossocial, em que se combinam medidas farmacológicas e não farmacológicas. Quando estas não funcionam, ou a resposta ao fármaco não é a esperada, recorrem a procedimentos intervencionistas “que devem ser realizados por pessoal devidamente qualificado e que exigem um acompanhamento com uma infra-estrutura especializada”, explicou Juan Pérez-Cajaraville.


As estratégias intervencionistas são dirigidas a estruturas nervosas que supostamente agem de mediar a experiência da dor, a partir de bloqueios reversíveis com anestésicos locais, até a indução com estimulação medular ou da ablação com energia de radiofrequência.


Também se aplica a outras técnicas de administração de medicação por via intratecal, que melhoram o índice terapêutico eficaz dos medicamentos. E nos casos mais complexos, é utilizada uma abordagem terapêutica escalonado para obter mais eficiência e com menos riscos e custos, melhorando a qualidade de vida dos pacientes e evitando o consumo de medicação de forma crônica.


As unidades de Dor de HM Hospitais são formadas por médicos, psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais, especialistas no diagnóstico e no tratamento da dor crônica. “A formação destes profissionais, a sua coordenação e a sua capacidade de trabalho em equipe fazem com que estamos obtendo resultados espetaculares”, concluiu o especialista.

‘Tesouro dos remédios segredos’, o “primeiro manual de química farmacológica” traduzido pela primeira vez para o português

O Conselho Geral de Colégios Oficiais de Farmacêuticos apresentou a segunda parte do livro ‘Tesouro dos remédios secretos’ do farmacêutico Conrad Gesner (Zurich, 1532), uma “obra histórica” considerada como “o primeiro tratado de farmácias no Renascimento”, e traduzido pela primeira vez para o português, afirmou seu presidente, Jesus Aguilar.


Além disso, é “um dos documentos mais importantes da história da química, farmácia, coméstica e local de licores do século XVI, ausente até agora, em português e para a maioria dos espanhóis é totalmente desconhecido”, disse o presidente da Academia de Farmácias de Castela e Leão, Carlos Gómez Canga-Argüelles, nesta terça-feira, durante a apresentação da obra.


Dentro do documento se reúnem com um total de 52 xilográficos de fornos, aparelhos destilatorios, e outros utensílios de laboratório, sendo o seu autor Conrad Gesner um “inovador”, nas palavras de Canga-Argüelles por utilizar este recurso de imagens da época.


De igual modo, o presidente da Academia de Farmácias de Castela e Leão, salientou que a principal contribuição do autor “foram as técnicas destilatorias”.


Neste sentido, a presidente do Conselho Escolas Profissionais Farmacêuticos de Castela e Leão, Raquel Martinez Garcia, afirmou que esta obra também é considerada como o “primeiro manual de química farmacológica”.


Esta edição foi editada pela Academia de Farmácias de Castela e Leão e pelo Círculo Científico; apoiada pelo Conselho Geral de Colégios Oficiais de farmácia, o Conselho de Escolas Profissionais Farmacêuticos de Castela e Leão e da Faculdade de Salamanca.


‘Thesaurus rimidiis secretis’ é o nome original da obra, realizada no primeiro tomo por Conrad Gesner. Após sua morte, a causa da peste, seu discípulo Gaspar Wolf pegou seus escritos e documento, e conseguiu publicar este segundo tomo em 1569.


Além disso, este documento foi traduzido ao longo da história a vários idiomas como o francês, em 1573; inglês, 1576 e o alemão, 1583. E, por último, em português, em 2018.


Em Portugal os responsáveis pela tradução do documento, guardado pela Academia de Farmácias de Castela e Leão, foram três especialistas em latim antigo da Universidade de Salamanca, Maria José Cantou, Susana González e Eusébia Tarriño, integrantes da faculdade de Filologia da própria universidade.


Também, os encarregados de revisão foram os professores da faculdade de Farmácia da mesma universidade, Luis San Román do Bairro; Miguel Ladero Álvarez e Luísa Martinho Calvo.

‘Síndrome do anoitecer’, um fenômeno “muito comum” em pacientes com mal de Alzheimer

As alterações cognitivas viram o “relógio biólogico”, fazendo com que não possam reconhecer a hora de dormir ou despertar


MADRID, 26 Jan. (EUROPA PRESS) –


A síndrome do anoitecer ou ‘sundowning’ pode causar agitação, confusão, ansiedade, irritabilidade, até mesmo pensamentos paranóicos ou alucinações quando cai o sol em pessoas com mal de Alzheimer, sendo um fenômeno de “muito comum”, segundo o médico Marcelo Garcia, da Direcção-Assistencial de Sanitas Maiores.


Isso acontece devido ao fato de que suas alterações cognitivas viram o ‘relógio biológico’, fazendo com que não possam reconhecer a hora de dormir ou acordar.


“Os ciclos do sono, que em uma pessoa sem alterações cognitivas se repetem de forma cíclica e natural regidos por nosso relógio biológico interno, não se dão com a mesma regularidade em doentes com demência. Eles não têm esse ‘aviso’ natural que nos dá o nosso corpo e que nos diz quando devemos dormir e quando acordar”, disse a doutora Garcia.


Além disso, acrescentou que um dos “responsáveis” da regulação dos ritmos de sono em humanos é a melatonina; este hormônio é segregada pela glândula pineal, que está claramente diminuída em doentes com demência.


Por isso, quando se aproxima a hora de dormir, as pessoas que sofrem dessa síndrome apresentam agitação e comportamentos como puxar, pegar ou manosear objetos.


Além disso, podem proferir monólogos ou provocar discussões animadas e subidas de tom, assim como confuso e desorientarse, o que conduz a um estado de medo e ansiedade, irritabilidade, raiva, apatia e depressão.


Também são frequentes as condutas deambulatorias e um aumento da atividade noturna, desencadeando insônia durante a noite que, posteriormente, condiciona um estado de sonolência diurna. Outras manifestações clínicas podem ser o pensamento paranóico e as alucinações.


O médico aconselhou a iluminar de forma suave por noite e reduzir progressivamente o nível de ruído do lugar e colocar música relaxante. Pela manhã, iluminação crescente, especialmente, a partir das 6 e 9, para ajudar o paciente na reorientação.


Bem como manter a pessoa ocupada através de atividades simples, repetitivas, “que não impliquem grande esforço”. Também é recomendável fornecer técnicas de higiene do sono e monitorar o paciente durante a noite.


Outras medidas é que o paciente siga um tratamento médico e farmacológico supervisionado, bem como uma análise dietética, restringindo doces e cafeína. Além disso, de uma apropriado de hidratação e ingestão diária de proteína são de vital importância; é recomendável transformar as refeições em um hábito e criar uma rotina.

‘A cegonha indigo’, um conto infantil para aumentar a conscientização sobre doenças raras

A Pfizer desenvolveu e publicou ‘A cegonha indigo’, um conto infantil para aumentar a conscientização sobre as doenças raras, e transmitir a importância da tolerância em crianças.


A finalidade do conto “é fazer com que um instrumento pedagógico tanto para crianças, para os pais, e poder oferecer ajuda em contar e explicar” o que são doenças raras, explicou a chefe de comunicação da empresa, Mônica Piñuela, durante a apresentação do livro desta quarta-feira.


A protagonista deste livro, criado por Roberto Ferrero Gomez com as ilustrações de Adolfo Ruiz Mendez, é Naila, uma menina com uma doença rara, mas nenhuma em concreto, já que o autor quis abranger todas as doenças.


No entanto, a pessoa que relata a história é sua irmã Vehia, que ao longo do conto descreve as circunstâncias familiares e sociais que se apresentam ao conviver com uma doença rara.


Gomez tem incidido que quer que cada leitor tenha o conto possa entrar “na pele de outra pessoa”, e ser consciente de que “pode acontecer a qualquer um”.


Outro objetivo é que os pais que tenham recebido a “visita da ciguela indigo” saibam que não estão sozinhos, o que tem que fazer é dizer e saber que há associações de pacientes que são formadas pelos mesmos, que informam, ajudam e ouvem”, destacou Gómez.


Por outro lado, o livro foi editado pela WeebleBooks, uma editora especializada em contos infantis em formato digital, e pode ser encontrado na página da entidade.


A ORIGEM DA IDÉIA


“Procuramos uma família que fosse como a nossa, normal e corrente, mas que enfrenta o problema de ter uma doença rara em casa, e dia a dia se vão criando situações e ideias”, disse o autor, que salientou que teve a ajuda de sua mulher.


Quanto à origem do nome, o autor explicou que eles estavam buscando a imagem de um animal, como a cegonha que “é raro de ver, já que na maioria das cidades não é comum, e, além disso, está relacionado com uma boa notícia”. O mesmo define como “diferente”.


Quanto à cor, o autor buscava “relacionado com a infância”, já que se lembra “que sempre viu o pote de indigo em cima da máquina de lavar roupa”.


7.000 ER EM TODO O MUNDO


Existem cerca de 7.000 doenças raras que afetam o 7 por cento da população mundial, e no Brasil, estima-se que de um total de 3 milhões de pessoas sofrem de alguma, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).


“As doenças raras estão entre as mais graves que existem e caracterizam-se pelo seu forte impacto social e emocional dos pacientes e também no seu ambiente”, revelou a diretora da unidade de doenças raras da Pfizer em Portugal, Nadia Rodrigues.


Por sua vez, afirma que estas patologias “são rodeadas por um grande desconhecimento, leva em média sete anos para obter um diagnóstico e, há menos de 5 por cento com tratamento aprovados”.


“Há muitos mais domínios que abrangem uma doença que o hospitalar ou farmacêutico, mas o pessoal e emocional”, concluiu o chefe da equipe de Relações com pacientes da Pfizer, Mario Torbado.

Scroll To Top